Recuperação Judicial do Bitcoin Banco é suspensa.




A recuperação judicial do Bitcoin Banco é suspensa por decisão do desembargador Espedito Reis do Amaral, o desembargador concordou com a tese da defesa, que alegou que a recuperação judicial não poderia ser deferida por faltarem documentos que não foram apresentados pelo GBB.

Após analisar o recurso da Work Consultoria Eireli, o magistrado concluiu que a recuperação judicial deferida ao conglomerado está claramente viciada processualmente, o que pode prejudicar consideravelmente os credores que estão ligados ao processo.

“Em verdade, o que há, por ora, é um cenário inseguro para os seus credores, que são privados das informações que deveriam estar à sua disposição, caso as recuperandas cumprissem com as determinações do juízo”, diz um trecho da decisão.

O desembargador também comentou em sua decisão que o Bitcoin Banco não tem cumprido com as exigências de documentação do processo de recuperação, além de apontar inconsistências nos valores informados pelo grupo para a EXM Partners, que é a administradora judicial dos valores.




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *