Por que Mastercard abandonou projeto Libra?




O CEO da Mastercard, Ajay Banga, revelou em entrevista quais os motivos por trás da saída da gigante de pagamentos do projeto Libra, stablecoin liderada pelo Facebook.

Ele explicou que a preocupação com a integridade dos dados, a conformidade e o modelo de negócios fizeram com que a empresa a abandonasse a parceria com o Facebook.

De acordo com o CEO, os membros da associação não se comprometeram a “não fazer nada que não seja totalmente compatível com a lei local”. Ou seja, o grupo não se comprometeu com estratégias para conhecer seu cliente, anti-lavagem de dinheiro ou gerenciamento de dados.

Ele disse também não conseguir identificar de que forma a Libra ganharia dinheiro. Veja o que ele disse:

“Quando você não entende como o dinheiro é ganho, ele é feito de maneiras que você não gosta”. 

Sobre uma possível “ameaça” da Libra contra os sistemas tradicionais de pagamentos, Banga declarou:

“Temos mais de 30.000 bancos em todo o mundo conectados com 60 milhões de comerciantes, com bilhões de pessoas em 200 países, com registros legais locais de todos os países incorporados ao sistema. Todo mundo, até os gigantes digitais, percebem que é muito pesado tentar e fazer, e que é melhor, mais rápido e mais barato fazer parceria com a Mastercard”.

Lembrando que a Mastercard foi um dos membros fundadores da associação Libra, juntamente com Visa, PayPal e Stripe que também deixaram o projeto em outubro de 2019 sem dar muitas explicações.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *