Camboja lançará moeda digital ainda em 2020.

Segundo as informações do jornal The Phnom Penh Post, o “Projeto Bakong” tem o apoio de 11 dos 43 bancos comerciais do Camboja, e acredita que mais instituições financeiras irão oferecer apoio no futuro.

De acordo com Chea Serey (diretora-geral do Banco Nacional de Camboja – NBC), o Bakong iniciou-se no início do segundo semestre de 2019, e garante que o projeto estará operacional ainda dentro do atual trimestre fiscal, Serey garantiu que será um “gateway de pagamento nacional para o Camboja”.

Veja a declaração:

“Bakong terá um papel central em trazer todos os jogadores do espaço de pagamentos no Camboja sob a mesma plataforma, facilitando aos utilizadores finais o pagamento uns aos outros, independentemente das instituições com as quais eles se envolvem. Eventualmente, esperamos permitir pagamentos transfronteiriços também através do sistema Bakong”.

Segundo Shin Chang Moo, presidente do Phnom Penh Commercial Bank (PPCB), o Bakong é mais barato e mais conveniente que as opções tradicionais de pagamento e transferência de dinheiro. E logo, outros bancos centrais provavelmente desenvolverão sistemas semelhantes.

Algumas instituições financeiras acreditam que projetos como o Bakong, podem afetar negativamente seus negócios, mas Moo acredita que isso não acontecerá. Ele acredita que essas iniciativas facilitam o estabelecimento de ecossistemas financeiros mais inclusivos, beneficiando todas as partes interessadas do setor.

Em oposto ao Bitcoin, o Bakong será um sistema fechado apoiado por bancos e autoridades financeiras apenas do próprio país, não havendo espaço para especulações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *